Dionisos Teatro apresenta “ENTARDECER”, na Associação Joinvilense de Teatro

“Entardecer” traz para a cena o universo de pessoas idosas, de forma poética e sensível, distribuindo memórias e afetos”

O grupo Dionisos Teatro, apresenta nos dias 29 e 30 de junho às 20h, no Galpão de Teatro da AJOTE a peça “Entardecer”. Espetáculo que teve sua estreia em 2006 integrou projetos como o Encenacatarina do SESC , no mesmo ano realizou 10 apresentações pelo Prêmio Funartede Teatro Myrian Muniz com o patrocínio da Petrobrás. Em 2007 o espetáculo participou do Festival de Teatro de Curitiba e da Mostra CENA 4 da Associação Joinvilense de Teatro, além de diversos festivais nacionais de teatro.

Sinopse

Nino, Maria e Ubert, encontram-se em algum lugar, qualquer lugar entre a lembrança e o esquecimento. Uma janela entre o que foi e o que poderia ser, e os sons de passado que se aninham em nosso presente. Fios de tempo que nos fazem vivos pela lembrança.

O espaço da memória e do esquecimento, o vivido e o contado revivido, re-significado. Existiu mesmo? Aconteceu mesmo? Contamos o que fomos ou o que poderíamos ter sido? Vida que foi ou poderia ser. Ou pode ainda ser. Entre o entardecer e o breu da noite, muita luz ainda há, mesmo que filtrada pelo tempo. Pra amanhecer é preciso antes entardecer.

Fotos: Luis C. Hille. Capa: Gui Peixoto.

Sobre o espetáculo

A partir da observação e entrevista com pessoas idosas, o grupo construiu três personagens sínteses de muitas memórias pesquisadas. Em três corpos imitados reconstroem-se imagens e lembranças de muitos outros que se dizem através deles.

Expressões politicamente corretas como “melhor idade” ou “terceira idade” não dão conta desta faixa etária, que, por mais novos nomes que se procure, não abarcam a diversidade do sentimento que se avizinha quando se trata da velhice. Muito se tem falado sobre os direitos dos velhos de desenvolver-se e participar ativamente da vida comunitária, porém a sociedade, onde o ser produtivo é imperatório, ainda tem muito a caminhar para alcançar esse objetivo.

Nessa pesquisa, que utilizou a Mímesis Corpórea como ponto de partida procurou-se o contato com diversas pessoas, pois múltiplos são os indivíduos. Assim, não existe a proposta de uma velhice apenas, mas de múltiplas velhices, múltiplas formas de pensar e sentir.

Quando? 29 e 30/06. Horário: 20h | Duração: 50 minutos | Indicação: a partir dos 12 anos
Quanto? Ingressos: R$ 20,00 / R$ 10,00 Os ingressos podem ser adquiridos antecipadamente no site www.enjoyevents.com.br/novo/index.php
Onde? Galpão de Teatro da AJOTE – R. XV de Novembro, 1383 – América, Joinville – SC

Ficha Técnica

Elenco: Andréia Malena Rocha, Clarice Steil Siewert, Eduardo Campos Dramaturgia: O grupo

Preparação Corporal (Pesquisa em Mímesis Corpórea): Sabrina Lermen Figurinos e Maquiagem: Lucas David

Cenografia: O grupo, Marcelo de Mello e Lucas David
Cenotécnica: Marcelo de Mello

Dramaturgia: Lucas David e Sabrina Lermen
Iluminação: Hélio Muniz

Trilha Sonora Original: Lausivan Corrêa
Músicos: Alexander Vibrans – Violoncello, Patrícia Ruski – Violino, Mauro Cezar Cislaghi – Clarinete, Milton Zanotto – Acordeom

Produção Musical: Lausivan Corrêa
Operação de Luz: Manoella Carolina Rego

Operação de Som: Vinícius Ferreira
Material Gráfico: Ismael Ramos

Fotografia: Luis Carlos Hille
Direção: Silvestre Ferreira

Recommended Posts

Nenhum comentário por enquanto!


Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *