Uniclãs lança Passos Firmes, terceiro álbum da discografia da banda

Após lançar alguns singles que anteciparam parte do novo trabalho da banda, a Uniclãs, enfim, coloca em rotação a íntegra do álbum Passos Firmes, terceiro disco da sua trajetória, já disponível em todos os aplicativos de música. Composto por onze faixas, o disco dá sequência ao trabalho da Uniclãs, pautado pela fusão de ritmos como o reggae, o rock e a MPB. Vertentes musicais que sustentam canções poeticamente impactantes, com mensagens que tratam da necessidade de uma tomada de consciência sobre a importância da vida, toques de espiritualidade, misticismo e críticas sociais contundentes.

São dez músicas inéditas, entre elas O Ciclo II, espécie de segundo capítulo de O Ciclo, uma das canções mais marcantes da Uniclãs, e uma nova versão para Dezenove de Outono, indispensável no repertório dos shows, que havia sido gravada apenas em uma demo do início da carreira da banda.

Nos últimos anos, a Uniclãs lançou alguns singles, mas o último álbum havia sido Animus, de 2008. “Lançar esse disco é como uma reafirmação de que o nosso trabalho está vivo. É um disco com canções muito lindas, inéditas e com uma produção de alto nível. A gente sabe que nosso público esperava por isso, pedia músicas novas, então é uma sensação muito grande de dever cumprido poder entregar isso para as pessoas”, comenta o percussionista Carlinhos Ribeiro.

De acordo com o baixista Cezinha Silva, o resultado da produção tem tudo para agradar aos fãs da banda e também às pessoas que ainda não a conhecem. “Nós trabalhamos muito em cima dessas músicas para pensar a estrutura delas e depois tivemos a colaboração fundamental do Carlos Trilha na produção, então estamos muito satisfeitos com o que conseguimos alcançar. Tanto em relação à qualidade técnica das gravações, quanto aos arranjos e à nossa atuação enquanto músicos, porque estamos mais maduros, estamos muito felizes”, salienta.

Passos Firmes é um marco importante na carreira da banda. Gravado no Órbita Music, no Rio de Janeiro, o álbum tem produção de Carlos Trilha. Tecladista, Trilha realizou turnês com a Legião Urbana e com a cantora Marisa Monte, além de participar de shows com a banda Catedral e Los Sebosos Postizos, projeto paralelo de parte dos integrantes da Nação Zumbi. Como produtor, foi responsável pelos quatro discos solos de Renato Russo e produziu trabalhos de Jerry Adriani, Lobão, Tijuquera e Dazaranha, entre outros.

Ficha Técnica

Composições e vozes: Nando Kruscinscki; | Violão, guitarra e vozes: André de Miranda; | Contrabaixo: Cezinha Silva;

Percussão: Carlinhos Ribeiro; | Bateria: Luciano Dunga; | Teclados: Lova Santos; | Guitarra: Fernando Filhote; | Produção, mixagem e masterização: Carlos Trilha.


Recommended Posts

Nenhum comentário por enquanto!


Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *