Téspis estreia espetáculo online “Papelê: uma aventura de papel”, seguido de bate-papo com crianças!

Clique abaixo para ouvir a postagem

Nos dias 05 e 06 de junho, às 17h estreia o espetáculo Papelê – uma aventura de papel, da Téspis Cia de Teatro. O projeto é resultado de meses de trabalho, que iniciaram antes mesmo da pandemia do coronavírus chegar ao Brasil e tem como matéria prima o ‘papel’, sendo ele no sentido concreto ou figurado. As apresentações são gratuitas e acontecerão em formato virtual pelo canal da Téspis Cia de Teatro no YouTube.

Após a transmissão do espetáculo, o público é convidado a participar de uma roda de conversa com a participação de “especialistas”. Normalmente, os debates após as transmissões são feitos com especialistas e/ou acadêmicos da área, mas dessa vez, a companhia decidiu convidar crianças, entre 05 e 10 anos de idade. A ideia é dialogar diretamente com nosso público-alvo e estabelecer um contato que se assemelhe às apresentações presenciais.

Sobre o espetáculo

Criado especialmente para crianças a partir de 3 anos, o espetáculo Papelê já foi selecionado em importantes festivais como o Festival FUNARTE de Teatro Virtual 2020 e o Festival Nacional de Teatro de Ipatinga – ano III. Para a realização do espetáculo, desde o início do ano passado, os integrantes do projeto buscaram ter contato com várias e diferentes linguagens do teatro de animação para criar a montagem. Estas linguagens foram desde as mais tradicionais, como a manipulação direta, máscaras e teatro de objetos, até a interação com projeções pré-gravadas e também em captação em tempo real.

O elenco de Pepelê – uma aventura de Papel é formado por Denise da Luz, Matheus Groszewica e Sabrina Francez, sendo que o processo de construção do espetáculo, também contou com outros profissionais: Leonam Nagel, criador das animações em vídeo; Hedra Rockenbach, compositora da trilha sonora original e Max Reinert, diretor e organizador da dramaturgia, criada em processo colaborativo com os demais participantes.

Devido à pandemia, durante alguns meses, os integrantes do espetáculo tiveram que trabalhar individualmente em suas casas, buscando informações teóricas sobre as técnicas e descobrindo possibilidades de confecção de bonecos simples com elementos do cotidiano de cada um. Este processo está registrado no Diário de Criação, disponível no site da Téspis Cia de Teatro e rendeu duas cenas curtas que participaram de distintos eventos durante o ano de 2020.

A pandemia nos forçou a repensar completamente nossos sistemas de produção e encontro. Nos obrigou, inclusive, a repensar o que é o teatro e qual a sua função em relação com a sociedade. Aproveitamos o momento para desenvolver nossos trabalhos em outras mídias e aguardamos ansiosamente o momento de podermos dividir os palcos com o público. Enquanto isso, tentamos oferecer experiências agradáveis para o público que permanece em segurança em suas casas” – completa o diretor Max Reinert.

“PaPeLê – uma aventura de Papel” é um projeto produzido com recursos da Lei Municipal de Incentivo à Cultura, com patrocínio da Fundação Cultural de Itajaí  / Prefeitura de Itajaí e renúncia fiscal da UNIMED Litoral. Conta com apoio da Procave Empreendimentos e Itajaí Criativa – residência artística.

Sinopse
Classificação indicativa: LIVRE.
Indicado para crianças acima de 03 anos.

PaPeLê é um jogo onde cada criança pode criar a sua própria história. Utilizando-se do corpo, da música, de objetos, bonecos e projeções, a peça é uma grande brincadeira que parte de situações simples, do cotidiano, para transitar para um mundo de imaginação, onde cada um vai assumindo diversos personagens e situações. O papel é o material que vai se transformando e dando forma à narrativa conduzida pelas três figuras que interagem nesse universo lúdico e divertido do palco. PaPeLê te convida à aventura!

Ficha Técnica:

Dramaturgia de Max Reinert a partir de processo colaborativo | Direção e iluminação: Max Reinert
Atuações: Denise da LuzMatheus Groszewica e Sabrina Francez | Figurinos: Denise da Luz | Costuras: Lélia Machado de Melo e Maria Antunes | Ambientação sonora: Hedra Rockenback | Vídeos: Leonam Nagel | Cenários: Max Reinert e Denise da Luz | Cenotecnia: Jociel Escolástico Cunha e FerForgé | Criação e confecção dos bonecos de mesa e objetos de cena: Leonam NagelMatheus Groszewica, Max Reinert e Sabrina Francez | Criação das máscaras/figuras: Denise da LuzMatheus Groszewica e Max Reinert | Confecção do livro PopUp: Sabrina Francez | Confecção da máscara da Úrsula Malvadinha: Cidval Batista | Operação de vídeo: Leonam Nagel | Operação de luz: Felipe Laurêncio | Designer gráfico: Daniel Olivetto
Assessoria de imprensa: Camila Gonçalves | Captação de imagens: Leonam Nagel | Edição: Leonam Nagel Max Reinert
Tratamento de som: Hedra Rockenbach | Fotografia: Max Reinert | Tradutora de libras: Camila Francisco
Gravado no Teatro Municipal de Itajaí
Produção: Téspis Cia de Teatro

Quando? 05 e 06 de junho. Horário? 17h
Quanto? Gratuito.
Onde? No Canal do Youtube da Téspis Cia de Teatro.

Recommended Posts

Nenhum comentário por enquanto!


Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *