“Quarto de Despejo – Diário de uma favelada”

“A Pior coisa do mundo é a fome!” (p.191).


Comprei “Quarto de Despejo – Diário de uma favelada” da escritora Carolina Maria de Jesus, de tanto ouvir falar e de tanta gente muito instruída na arte das letras me indicar, mas posso dizer com toda a certeza que não estava pronta para o arrebatamento que foi essa leitura.
Comprei o livro em um domingo. Era fim de ano. E, assim que cheguei em casa, iniciei a leitura, apenas ascendendo a luz do apartamento vazio e puxando uma cadeira. Nem mesmo abri as cortinas. A história é sobre a rotina de uma mulher e mãe, que por meio de seu diário, relata os dramas para sobreviver em uma favela na cidade de São Paulo, como catadora.

Lançado pela Editora Ática, a obra conta com 200 páginas em forma de diário para contar tão triste história. Justamente por ser escrito em forma de diário, a leitura é fluida e, pelo menos para mim, trouxe reflexões que levarei pra vida.
Depois da leitura, fui incapaz de começar outra de imediato. A famosa “ressaca literária”. Estou certa de que isso ocorreu devida a força e a simplicidade do texto da autora.

Por que ler?
Porque se trata de uma discussão cada vez mais necessária em nossa sociedade: seres humanos que apenas sobrevivem, classificados como abaixo da linha da pobreza.
Porque o texto é forte e ao mesmo tempo fluido, considerando a diagramação em formato de diário.
Porque a escritora recebeu a honraria de Doutora Honoris Causa, que é concedida independentemente da instrução educacional, a quem se destacou por suas virtudes, méritos ou atitudes.
Porque apesar, da data de sua escrita, o texto segue atual, infelizmente.

Considero o livro, leitura obrigatória para sensíveis e críticos leitores adultos.
Recomendo, porém, que respire fundo e se prepare para fortes e difíceis emoções, afinal “(…) a vida é um pouco mais dura que a literatura.” Roberto Bolaño, no livro “Putas Assassinadas”, tradução Eduardo Brandão, Companhia das Letras, 2018.
Desejo uma boa viagem ao “mundo real” criado pelos relatos de Carolina Maria de Jesus!

Recommended Posts

Nenhum comentário por enquanto!


Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *