Exposição “SER NEGRO” do artista visual Sérgio Adriano H até 10 de abril na GMVK

Foto: Redes Sociais do artista.

A exposição “SER NEGRO” do artista visual Sérgio Adriano H, na Galeria Municipal de Arte Victor Kursancew em Joinville/SC, pode ser conferida pelo público até o dia 10 de abril, de segunda à sexta das 10h às 16h.

Na ocasião da abertura (10/03/22) o artista fez a palestra “Ser Negro – Um Corpo Sem Direitos” que também contou com uma sessão de autógrafos do livro “Apontamentos da Arte Africana e Afro-Brasileira Contemporânea” (Editora Invisíveis Produções), da pesquisadora Célia Maria Antonacci que vive e atua em Florianópolis.

Sobre a exposição

O artista constrói suas imagens a partir de fotos, vídeos, instalações e objetos com os quais questiona o sistema simbólico chamado “verdade”, um conceito nem sempre contemplado nos livros da história do Brasil, cujos textos apostam no apagamento social dos negros, negam a identidade racial e violentam aqueles que são hoje, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o maior contingente populacional do país. A invisibilidade e os seus efeitos se afirmam por meio de um discurso de cordialidade, da negação do racismo estrutural e pela violência com números estarrecedores de homicídios, nos quais jovens e negros aparecem sempre no patamar das vítimas.

Provocador, ao aproximar arte e filosofia, Sérgio Adriano faz pensar a partir do que se pode convencionar como uma poética da dúvida. Engajado, põe a arte a serviço da luta contra a invisibilidade da produção afro-brasileira no circuito de arte contemporânea. O processo de criação se completa, quase sempre, no espaço do encontro nas ruas onde, sem afrontas, ativa um vocabulário político, entendido como possibilidade de conversa, reflexão e transformação.

Se até aqui chama a atenção uma estética de desconstrução de discursos históricos, “verdades apresentadas”, como o artista prefere dizer, os trabalhos pensados para a individual na cidade natal incorporam uma espécie de novidade, um contraponto marcado por uma energia positiva. Agora, no tempo pandêmico, a nefasta coleção de termos racistas extraídos de conversas e textos jornalísticos, imprimida em diferentes suportes (bodies, carimbos e fotografias), recebe os vocábulos abençoado, afável, vida, arte e luz. (trecho de texto). Texto: Neri Pedroso.

O projeto foi realizado com recursos do Edital Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura – Artes – 2021, Fundação Catarinense de Cultura (FCC), Governo do Estado de Santa Catarina, e tem o apoio da Secretaria de Cultura e Turismo (Secult), Prefeitura de Joinville, Museu de Arte de Blumenau (MAB), Galeria Choque Cultural (SP) e Instituto de Pesquisa e Memória Pretos Novos (IPN), Rio de Janeiro (RJ).

Sobre o artista Sérgio Adriano H.

Nasce em 1975, em Joinville (SC). Artista visual, performer e pesquisador. Vive e produz entre Santa Catarina e São Paulo. Formado em artes visuais e mestre em filosofia. Tem trabalhos em acervos públicos e particulares. Incluído em 2014 no livro “Construtores das Artes Visuais: Cinco Séculos de Artes em Santa Catarina” como um dos 30 artistas mais influentes do Estado, já integrou mais de 120 exposições individuais, coletivas e salões. Conquistou, entre outras premiações, o Reconhecimento por Trajetória Cultural Aldir Blanc SC (2020) e a Medalha Victor Meirelles – Personalidade Artes Visuais (2018), concedida pela Academia Catarinense de Letras e Artes (Acla).  Com objetos, fotografias, vídeos e instalações, sua produção se situa na clave arte e engajamento. O corpo, a palavra e a história são ferramentas discursivas que incorporam a cidade, o percurso e o diálogo com o público. Seus trabalhos problematizam noções sobre o tempo e espaço, a arte e a filosofia, faz pensar a partir do que pode ser convencionado como uma poética da dúvida. Sérgio Adriano H luta contra a invisibilidade da produção afro-brasileira no circuito de arte contemporânea. 

Quando? até 10 de abril. Horário? 10h às 16h (Segunda à sexta).
Quanto? Entrada gratuita.
Onde? Galeria Municipal de Arte Victor Kursancew. R. Dona Francisca, 800 – Saguaçu, Joinville – SC.
Siga: @sergio_adriano_h | Sergio Adriano H.

Recommended Posts

Nenhum comentário por enquanto!


Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *