Arte na Cuca integra o Festival União das Culturas

Clique abaixo para ouvir a postagem

No dia 20 de novembro é celebrado o Dia Nacional da Consciência Negra, para problematizar a questão e propor reflexão sobre o tema, a arte-educadora Celiane Neitsch, apresenta para escolas, Ong’s e espaços culturais, oficinas de arte que incluem roda de conversa pensando sobre os estereótipos da representação do negro e sua cultura nas aulas de arte.

A primeira ação acontece em parceria com o Festival União das Culturas, promovido pelo Museu Nacional de Imigração e Colonização de Joinville. Domingo, 20 de outubro às 11h a educadora do Arte na Cuca, trás ao público do festiva a oficina ““Bonecas Abayomi: alegria e resistência negra”.

“Todos os dias são da consciência  negra, indígena, da luta contra a homofobia, entre outras tantas bandeiras levantadas a favor da diversidade.” Celiane Neitsch

Sobre a oficina no Festival União das Culturas

A oficina trás a boneca “Abayomi”, feita de tecido e nós, com o intuito de propor um momento de conversa a respeito da resitência negra durante os mais de trezentos anos de escravidão no Brasil.  Os vestígios que ela deixou são catastróficos, principalmente tratando-se do preconceito de cor, religião e expressão cultural.

Abayomi

Para acalentar seus filhos durante as terríveis viagens a bordo dos tumbeiros – navio de pequeno porte que realizava o transporte de escravos entre África e Brasil – as mães africanas rasgavam retalhos de suas saias e a partir deles criavam pequenas bonecas, feitas de tranças ou nós, que serviam como amuleto de proteção. As bonecas, símbolo de resistência, ficaram conhecidas como Abayomi, termo que significa ‘Encontro precioso’, em Iorubá, uma das maiores etnias do continente africano cuja população habita parte da Nigéria, Benin, Togo e Costa do Marfim. (shorturl.at/hjlqZ).

Quando? 20 de outubro. Horário: 11h
Quanto? Gratuito.
Onde? Festival União das Culturas. R. Das Palmeiras – Centro. Joinville/SC.

Recommended Posts

Nenhum comentário por enquanto!


Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *