Rita de Cássia Alves lança “Dor de passarinhos”, seu segundo livro infantil

A poeta joinvilense Rita de Cássia Alves lança na manhã de 9 de junho “Dor de passarinhos”, seu segundo livro dedicado ao público infantil. O lançamento acontece às 10 horas na Casa do Capitão e, além da sessão de autógrafos com a autora, prevê apresentação do Pequeninus Grupo de Arte, show de música e poesia com Beth Fontes, exposição de fotografias de pássaros feitas por de Maria Cristina Dias, além da participação da professora Mariza Schiochet e das crianças do Espaço Criativo e Literário Júlio Emílio Braz.

“’Dor de passarinhos’ é uma história de voos e versos abrindo todas as gaiolas”, diz a autora. “É a alegria da liberdade enfeitando os ninhos da nossa criança interior”. O livro é publicado pela Editora Areia e traz ilustrações do artista visual Humberto Soares. O preço inicial de “Dor de passarinhos” é R$ 15, mas quem prestigiar o lançamento e doar qualquer livro ao projeto “Livro para todos” pagará, nesse dia, apenas R$ 10 por exemplar.

Rita de Cássia é pós-graduada em Letras e Pedagogia e, ao longo da carreira profissional,  atuou como professora e orientadora educacional na rede municipal de ensino, na Secretaria de Assistência Social e na Biblioteca Pública de Joinville. Integrante da Confraria do Escritor, da Associação das Letras, da Academia de Letras e Artes de São Francisco do Sul e do Instituto de Cultura e Educação de Joinville, tem publicados oito livros de poesia (“Simplesmente vida”, “Espaços do coração”, “Denúncia de pétalas”, “Ensaio de pérolas”, “Pele submersa”,  “Fios de agora”, “O corpo das hortênsias” e “Abajur de cabeceira”) e dois títulos infantis: o inédito “Dor de passarinhos” e “Sem pressa, vamos à biblioteca?”.

A autora concedeu entrevista exclusiva ao ARTE NA CUCA falando sobre o livro, sobre seu lançamento e sobre suas referências literárias.

 

Arte na Cuca: Que leitura é imprescindível no seu dia-a-dia?

Rita de Cássia Alves: Leio diariamente. O caminho literário varia muito: ora prosa, ora poesia.

Arte na Cuca: Se pudesse recomendar um livro aos leitores do Arta na Cuca, qual seria?

Rita de Cássia Alves: “O Fio das Missangas”, livro de contos de Mia Couto. Sublime!

Arte na Cuca: Qual escritor do passado ou do presente você gostaria de convidar para um café?

Rita de Cássia Alves: Ultimamente tenho encontrado muitos amigos que amam a literatura no Café Literário da Editora Areia. Inclusive, no local, tomei emprestados livros que me aproximaram de novos autores, também. Gostei muito dos poemas de Demetrios Galvão, do Piauí.

Arte na Cuca: Atualmente, cada vez é mais difícil publicar um livro, principalmente devido a motivos financeiros. Qual foi a sua maior dificuldade na publicação dos seus livros?

Rita de Cássia Alves: Meus primeiros livros de poesia devo a meus pais, que sempre me incentivaram, e depois vieram amigos que publicaram meus textos, além de concursos literários que tiveram um alcance muito expressivo, permitindo também que eu conhecesse outras cidades do Brasil. Após, surgiram os projetos culturais que concretizaram as demais obras. Os mais recentes livros de poesia (“Fios de agora”, “O corpo das hortênsias” e “Abajur de cabeceira”) foram oportunizados pelo amigo e poeta Marcos Laffin e publicados pela Editora Apoio, de Florianópolis. Gostaria de destacar a importância dos segmentos literários em Joinville, que tanto contribuem para a aproximação do escritor, do leitor e do livro: Confraria do Escritor, Associação das Letras, Academia Joinvilense de Letras e Instituto de Cultura e Educação, esta última que organiza a Feira do Livro de Joinville. Dificuldades existem, mas é preciso que estejamos atentos e participemos das muitas oportunidades que existem no meio literário joinvilense.

Arte na Cuca: Fale um pouco sobre seu livro “Dor de passarinhos”. Como surgiu a ideia para o livro? E o convite para o ilustrador Humberto Soares?

Rita de Cássia Alves: Iniciei a escrita de “Dor de passarinhos” numa das oficinas de Jura Arruda, editor deste livro nesta segunda edição e que é uma das minhas referências literárias. Agradeço à Academia de Letras e Artes de São Francisco do Sul que, primeiramente, oportunizou a publicação deste livro infantil, que tantas alegrias nos proporcionaram naquele momento e que, agora, se estendem a Joinville, também. Sempre gostei de passarinhos e tartarugas, entendendo que a liberdade e o amor sem pressa pintam de alegria a vida da gente. O ilustrador sempre conta uma outra história. Humberto Soares, com seus pássaros estilizados, trouxe beleza e encantamento no voo de cada página. Conheço Humberto há muito tempo. Sua arte demonstra a alma abençoada que esse menino partilha com todos nós.

 

DATA: 9 de junho
HORÁRIO: 10 horas
CUSTO: entrada gratuita. Cada exemplar do livro custa R$ 15
LOCALIZAÇÃO: restaurante Casa do Capitão – r. Saguaçu, 212, no Saguaçu, em Joinville

Recommended Posts

Nenhum comentário por enquanto!


Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *