Instituto Internacional Juarez Machado recebe doação de obras originais da artista Heliana Grudzien, em intercâmbio com Adalice Araújo na década de 90

“A literatura e a pintura estão fortemente conectadas nesse trabalho conjunto de duas mulheres criativas através das sutilezas semânticas e dos expressivos gestos pictóricos” Edson Machado.

O acervo do Instituto Internacional Juarez Machado a partir de 22 de agosto será enriquecido com a doação de mais de uma centena de obras originais assinadas pela artista brasileira/polonesa Heliana Grudzien.

Produzidas nos ateliês da pintora nas cidades de Varsóvia e Cracóvia na Polônia, todas as 122 obras ilustram os poemas da historiadora e crítica de arte, Adalice Araújo (1931- 2012), que atuou no movimento cultural do Paraná.

Cantos do Desamor, editado na década de 1990 nos dois países, é fruto de correspondências trocadas entre a escritora no Brasil e a pintora na Polônia, e resultou na edição do livro, que conta também com a apresentação do poeta catarinense Lindolf Bell (1938-1998).

Sobre a doação do acervo

Todo o material doado – textos e imagens – foi minuciosamente reunido e pesquisado pelo diretor artístico do Instituto, Edson Machado e o inspirou a fazer a curadoria da exposição que intitulou de Cantos do Desamor – Poemas e Ilustrações.

Segundo Heliana Grudzien, dois motivos a levaram a fazer a doação total das obras originais ao Estado de Santa Catarina. “A certeza de que Adalice Araújo tinha um carinho muito especial pela arte e pelos artistas catarinenses, aos quais ela dedica muitos dos poemas contidos neste livro, e também porque essa obra ficará protegida no Instituto Internacional Juarez Machado e postergada para o conhecimento das futuras gerações”.

O público poderá apreciar na exposição Cantos do Desamor, um capítulo inteiro dedicado aos catarinenses poeta Cruz e Sousa “o Bruxo da Ilha“, cineasta Silvio Back, e artistas Juarez Machado, Elke Hering além de Lindolf Bell.

Banner do evento

Adalice Araújo (1931- 2012)

Adalice Araujo, poeta, artista, crítica de arte, pesquisadora, teve muitos livros publicados, e é autora da tese Mito e Magia da Arte Catarinense, considerada uma obra fundamental para a compreensão da arte moderna em Santa Catarina. Foi professora universitária e teve como alunos Luiz Henrique Schwanke e Edson Machado.

Heliana Grudzien

Atua nas áreas de artes visuais, publicidade, ilustrações de livros e cartazes, realizando exposições no Brasil, Polônia, Alemanha e Estados Unidos obtendo inúmeros prêmios.

Quando? Quinta-Feira, 22/08 até 27/10. Horário: Das 17h às 19h no dia, após o horário de funcionamento é das 10h às 18:30.
Quanto? No dia do evento a entrada é gratuita. Demais dias R$8.00 inteira / R$4.00 meia.
Onde? Espaço Expositivo da Biblioteca do Instituto Internacional Juarez Machado, Rua Lages, 994. América. Joinville/ SC.

Recommended Posts

Nenhum comentário por enquanto!


Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *