Feira do Livro dá destaque à cultura geek no sábado

A Feira do Livro de Joinville dedica boa parte da programação de sábado à cultura geek e explora temas como histórias em quadrinhos, games e cinema em atividades variadas como oficinas, desfiles, debates e lançamentos literários. Paralelamente a esses eventos, a feira também oferece as tradicionais conversas com os autores, as sessões de autógrafos e as apresentações artísticas (*).

Criador do personagem Menino Caranguejo, o quadrinista Chicolam dá uma oficina sobre histórias em quadrinhos a partir das 10 horas nas salas do Centro de Convenções Alfredo Salfer. Mais tarde, às 13 horas, o autor volta para autografar seus livros e, uma hora depois, para participar de um bate papo com Nielson Modro, Brian Hagemann, Letícia Ribas e Rubens Herbst sobre quadrinhos, cinema, games e a cultura geek na educação. Às 15 horas, o mercado de arte e de quadrinhos volta à discussão na conversa entre os ilustradores Jan M.O., Cleiton Schier, Ane Winter, Geraldo Poerner e os irmãos Alexandre e Eduardo Feitosa. A programação dedicada à cultura nerd se encerra no palco principal, a partir das 16h30, com uma mostra de animação joivilense e, mais tarde, às 17 horas, com o desfile do concurso de cosplay.

A movimentação na praça de autógrafos começa às 10 horas, com os lançamentos de “O despertar do agora”, de Mariana Maurici e “Arcanjos guerreiros celestiais” e “Sobre a vontade de Deus ou sobre a vontade dos homens”, de Clodoaldo Alves Moreira. Mais tarde, às 11 horas, são autografadas duas publicações da Editora Letra D’Água: “Expedições Garbe: relatos de memórias”, de Bruno Garbe, e “Anatomia de Deus”, de Rômulo Caixeta Leite. Às 14 horas, a feira promove três sessões de autógrafos simultâneas: o pesquisador Charles Henrique Voos lança “Quem manda na cidade: poder e rent-seeking urbano”, Veida Lacerda autografa “As mãos que carregam o ódio” e Rosana Ouriques apresenta o seu “Mundos paralelos: em busca da fonte”. Às 15 horas, Clau Weis autografa “Maire, Mairezinha”.

Os coletivos de autores joinvilenses reúnem-se a partir das 15h30 e lançam, em sequência, a mini-antologia da Associação das Letras, além de “Borboleta no coração” (de Andreia Evaristo), “As aventuras sensoriais de Theo” (de Caroline Zimmermann), “Dor de passarinho” (de Rita de Cássia Alves) e “Dona Zica roda mundo” (de Jura Arruda). A partir das 17 horas, também autografam seus livros os escritores Rudimar Santos (lançando “Eu poeta”), Lirihá (lançando “Destinatário”), Regina Hostin (“Quando o hoje já não basta”) e Júlia Bittencourt (lançando “Eufonia: poemas, cartas e um conto em harmonia”).

A programação concentra as apresentações artísticas na parte da manhã: logo às 9h30, o projeto Pé de Livro do Instituto Priscilla Zanetti faz leituras das poesias de Pedro Bandeira e, às 10h30, sobe ao palco o coral do Instituto Core. No Teatro Juarez Machado, às 11 horas, a Escola de Música Arte Maior oferece um espetáculo com seus alunos e professores e um pouco mais tarde, às 11h30, a banda sinfônica do Corpo de Bombeiros Voluntários de Joinville faz o seu concerto. À tarde, a partir das 14 horas, os participantes do projeto “Contando histórias e cantando poesia” da UNISOCIESC fazem contação de história nos corredores da Feira do Livro.

 

HORAS: a Feira do Livro de Joinville fica aberta das 9 às 21 horas
CUSTO: entrada gratuita
LOCALIZAÇÃO: Complexo Centreventos Cau Hansen – r, Alfredo Vieira, 315, no América, em Joinville

 

(*) Arte na Cuca publica a agenda divulgada pela Feira do Livro de Joinville, que alerta: a programação está sujeita a alterações sem aviso prévio. Mais detalhes podem ser conferidos em www.feiradolivrojoinville.com.br.

Recommended Posts

Nenhum comentário por enquanto!


Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *