Clube do livro Leia Mulheres completa um ano em Joinville

Clique abaixo para ouvir a postagem

O clube do livro Leia Mulheres de Joinville comemora um ano de atividades no dia 28 de julho, sábado, com a discussão do romance Jane Eyre da escritora britânica Charlotte Brontë. O encontro na biblioteca do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) é mediado pela jornalista Marcela Güther, tem entrada gratuita e é aberto à participação da comunidade.

Inspirado no projeto-manifesto #readwomen2014 da escritora e ilustradora britânica Joanna Walsh, o movimento Leia Mulheres desenvolveu-se no Brasil nos últimos três anos a partir de São Paulo e já realiza encontros de leitura e discussão em mais de 50 cidades. Em Santa Catarina, além de Joinville, há grupos organizados em Blumenau e em Florianópolis. Mais do que estimular a leitura e a presença nas estantes de obras literárias escritas por mulheres, o objetivo do movimento é questionar padrões e práticas editoriais tradicionalmente marcadas por vozes masculinas, além de reforçar as contribuições transformadoras e críticas dada pelos movimentos feministas ao campo da arte.

A cada mês, orientada pelas leituras propostas em circuito nacional pelo movimento, a curadoria do grupo local sugere o debate de um livro de uma autora diferente, dando prioridade à diversidade de estilos, de propostas literárias e contextos editoriais distintos. Em Joinville, as atividades do clube do livro Leia Mulheres começaram no dia 22 de julho, com a discussão do romance O conto da aia, publicado em 1985 pela escritora canadense Margaret Atwood. Desde então, o grupo já debateu dez obras e, a pretexto delas, pôs em pauta temas como o machismo, a violência doméstica, os relacionamentos abusivos e os preconceitos relacionados aos padrões de beleza e à cor da pele.

Inicialmente, o clube reunia-se a cada mês na unidade do SESC de Joinville, mas em 2018 passou a adotar um roteiro de itinerância para valorizar os espaços de cultura alternativos da cidade. A agenda dos encontros é anunciada com antecedência no grupo do Facebook ou página do Instagram do grupo, onde também pode ser encontrada a seleção de livros programada para as leituras do semestre.

Com toques góticos e boas doses de crítica social e moral, Jane Eyre é o romance mais conhecido de Charlotte Brontë. O livro foi publicado originalmente em 1847 e antecipa o protagonismo feminino nas lutas relacionadas à classe, à sexualidade, à religião e ao gênero e permite acompanhar o desenvolvimento emocional da personagem em sua busca por espaço, respeito e autonomia financeira num mundo hostil à atuação da mulher.

DIA: 28 de julho
HORÁRIO: 15 horas
CUSTO: entrada gratuita
LOCALIZAÇÃO: Biblioteca do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) – r. Pavão, 1377, no Costa e Silva, em Joinville

Recommended Posts

Nenhum comentário por enquanto!


Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *