Skip to content

Censura ao “Povo de Dentro”

Ano passado o artista brusquense Douglas Leoni teve uma obra sua “apagada” em uma parede da Fundação Cultural de Brusque, Santa Catarina. A obra composta denominada Povo de Dentro pretendia

Dança e atitude: a arte de Darling Quadros

Reconhecido internacionalmente por seu talento como produtor cultural, Darling Quadros é destaque quando o assunto é dança. Com rica bagagem cultural, além da participação nos mais diversos eventos da área.

#Históriaemrap: música, educação e crítica social ao alcance de todos

“[…] a escrita dos historiadores é acadêmica, truncada, técnica para no máximo “seus pares” compreenderem. Por isso, não cai no gosto do grande público, pois não traz nenhum prazer à

Entre Cuba y Brasil: Mariurka Maturell Ruiz, una vida dedicada a la investigación y el conocimiento

Mariurka Maturell Ruiz é uma mulher negra, mãe, professora e cubana que não se deixa abater pelas adversidades da vida. Radicada no Brasil, desde 2017, para cursar o doutorado em

Entrevista com a escritora Beth Fontes

Por Giane Maria de Souza Musicista, professora, arteterapeuta e escritora, Elizabeth Fontes é uma daquelas pessoas que respira arte. Com vários livros publicados, entre eles destacam-se “Sobre Os Jardins” e

Entrevista com historiador Dilney Cunha, coordenador do Arquivo Histórico de Joinville

Dilney Fermino Cunha é pesquisador, historiador e professor graduado em História (1994), especialista em História e Historiografia do Brasil pela Univille (1996). Formado em língua alemã pelo Instituto Cultural Brasil-Alemanha

NOSSA CIDADE NO MAPA DAS ARTES – Entrevista com Celiane Neitsch Por Giane Maria de Souza

Foto: Walmer Bittencourt Júnio. Exposição “Vanitas” de Juli Rossi. Celiane Neitsch é arte-educadora e idealizadora do projeto Arte na Cuca. Trabalhou como professora de arte em escolas particulares de Joinville

Quanto vale uma cerveja?

Imagem: Giane Maria de Souza. Quanto era adolescente, eu e uma amiga do movimento estudantil Patrícia Claudine Hoffmann, fizemos um livro de poesia intitulado Transparências, e vendíamos a obra pelo

Como Ler a Cidades?

Foto: Praça Lauro Müller, praça da Biblioteca Pública Municipal. Acervo Arquivo Histórico de Joinville.  Em momentos de eleição municipal é preciso refletir sobre a nossa responsabilidade na cidade em que

Patrimônio Abandonado

Costumeiramente, ouvimos falar que o patrimônio cultural da cidade está abandonado. A partir desta afirmação, quero estabelecer uma reflexão sobre o abandono patrimonial, político e de usos sociais. Existem numerosas