Projeto propõe oficina gratuita para formação de restauradores

Clique abaixo para ouvir a postagem

Frente a um número sempre pequeno de profissionais especializados na restauração de bens culturais, o arquiteto Sérgio Bahiense dá início no dia 14 de julho às atividades da segunda oficina de restauro de móveis de madeira. O projeto conta com o apoio do Sistema Municipal de Desenvolvimento pela Cultura (SIMDEC) e, de forma gratuita, deve capacitar um grupo de 14 pessoas nas ações básicas do ofício de reconhecer e revitalizar objetos com valor histórico ou artístico.

Cada etapa da oficina prevê 30 horas de atividades personalizadas cumpridas no ateliê de Bahiense, no bairro Anita Garibaldi. Lá, profissionais que atuam nas áreas de marcenaria, arquitetura, decoração e restauro conhecerão os princípios práticos da conservação de móveis de madeira e terão contato com informações úteis à tarefa de preservar as características originais de cada peça. A primeira edição da oficina foi realizada entre abril e junho deste ano e formou sete profissionais. A nova turma também será composta por sete integrantes previamente selecionados: Isolete Butzke Rodrigues, Leandro Glüher, Mayara Krüger Pereira, Paulo Henrique Klein, Anne Elise Rosa Soto, Simone Schroeder e Gessonia Leite de Andrade Carra.

Ao longo da oficina, cada um dos participantes da oficina deverá dedicar-se a um móvel de madeira de pequeno porte – uma relíquia de família, uma peça comprada em antiquário ou salva do abandono, por exemplo – que tenha trazido e deseje restaurar. Além de reforçar a abordagem personalizada da oficina, a reunião destes móveis restaurados permitirá que, ao fim do projeto, um inventário com imagens e dados sobre a origem, a guarda e a localização destes objetos seja entregue à Secretaria de Cultura e Turismo de Joinville.

FOTOS: Peninha Machado

Ainda que sua primeira aula aconteça numa tarde de sábado, os encontros da segunda oficina serão às terças e quintas-feiras à noite. Neles, Bahiense deve orientar as intervenções mecânicas,químicas, estruturais e estéticas necessárias aos processos de restauração de móveis de madeira, incluindo práticas de desmontagem, remoção de acabamentos, colagem, combate às pragas, tonalização, remontagem e acabamento final.

Nascido em Joinville, Sérgio Bahiense iniciou os estudos de Arquitetura no fim dos anos 1970 e aprendeu na prática o ofício de restaurador em antiquários de Bonn, onde morou por 15 anos. Em mais de três décadas de atuação, trabalhou no restauro de móveis para antiquários de várias cidades alemãs, para a embaixada brasileira na Alemanha e para o Museu Nacional de Imigração e Colonização de Joinville.

Recommended Posts

1 Comment

  1. Que pena que não fui escolhida para participar .


Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *